26
Julho
2019

Gerenciamento do tempo.

Preocupamo-nos mais com a utilização do nosso dinheiro do que com a do nosso tempo.  No entanto, o dinheiro perdido hoje pode ser recuperado amanhã.

E o tempo, uma vez perdido, perdido está! O que passou, passou.


O gerenciamento do tempo é uma das questões cruciais para todo profissional.


A discussão do tema extrapola o aspecto profissional, revelando a pessoa e o bom ou mau uso que ela faz do seu tempo e da sua energia.


Você tem medo do tempo?

Certa vez, em um de meus cursos, um participante me disse:

 — Eu gostaria de ser médico, mas já tenho 28 anos e nem entrei na faculdade...  Com os seis anos do curso mais os dois de especialização, quando tudo estiver terminado, já terei 36 anos!


Em resposta, eu lhe perguntei: — Se não estudar e se tornar médico, que idade terá daqui há oito anos?


A questão é sempre esta: as pessoas se impressionam (ou se intimidam) com o tempo que terão de despender para determinadas atividades, mas não se dão conta de que o tempo passa de qualquer forma, quer se empenhem na realização de alguma coisa ou não.


Quando pensam em fazer algo que lhes consumirá muito tempo, costumam assustar-se com a possibilidade de envolver-se tão demoradamente com alguma coisa e, diante disso, desistem.


Então, o tempo passa e elas acabam não fazendo nada. Ou melhor: nada significativo, que possa fazer diferença na vida delas.


Quem não controla o tempo não é capaz de controlar a própria vida, que nada mais é do um segundo após o outro. A cota é a mesma para todos


Todas as manhãs, recebemos 86.400 segundos para viver aquele dia. Imagine que somos normais e, desse total de segundos diários, utilizamos 28.800 segundos dormindo, o que representa oito horas de sono. Isso nos deixa com um saldo de 57.600 segundos/dia.


A diferença profissional está na forma como utilizamos estes 57.600 segundos/dia.


O tempo é um bem universal, distribuído democraticamente.
Diz-se, popularmente, que se você quiser que algo aconteça entregue-o a uma pessoa ocupada.

Isso é verdade, pois pessoas ocupadas administram o tempo de que dispõem de forma a ter tempo para tudo.

Consequentemente, elas fazem acontecer, e isso as diferencia das demais.

Pense nisso !